Notícias

"Sem nenhuma reforma, o Brasil quebrará", afirma ministro da Fazenda

06/11/2017

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, participou em 30 de outubro, do almoço-debate com empresários de São Paulo, promovido pelo grupo LIDE. No encontro, ele enfatizou a necessidade de aprovação da Reforma da Previdência com urgência, afirmando que “sem nenhuma reforma, o país quebraria”.

Segundo o ministro, com a aproximação de um ano eleitoral, os políticos e autoridades devem encarar a reforma como prioridade. “O próximo ano é eleitoral e agora é o momento de aprová-la. É de interesse de todas as forças políticas, mesmo daquelas que dizem não querer a sua aprovação, que isso seja resolvido ainda em 2017, senão o próximo presidente, independente de quem seja, e também o próximo Congresso Nacional, terão de encarar este desafio”, alertou.  

Meirelles falou ainda sobre a Reforma Trabalhista, sancionada pelo presidente Michel Temer. “É democrática, flexível e moderniza nossa legislação. Além da geração de empregos, proporcionada por esta reforma, temos de fazer reformas pontuais para reduzir o chamado ‘custo Brasil’ e produzir mais e melhor, como a proposta que temos do e-social, que reduz o tempo do contribuinte para pagamento de impostos pelas empresas em 75%, e a do Portal Único do Comércio Exterior, reduzindo o tempo de burocracia nas etapas de importação e exportação”, exemplificou. 

Estiveram presentes no encontro o prefeito da cidade de São Paulo, João Doria; o presidente da FEHOESP e do SINDHOSP, Yussif Ali Mere Jr; o vice-presidente do sindicato e diretor da federação, Luiz Fernando Ferrari Neto; e o presidente do IEPAS, José Carlos Barbério.
 

 

Da Redação
Foto: Leandro Godoi

 

Galeria de Fotos