SINDHORP realiza palestra sobre hemoculturas

O SINDHORP promoveu, no dia 21 de setembro, a palestra "Hemoculturas e seus desdobramentos", no auditório do Centro Médico, em Ribeirão Preto. O público ...

Compartilhar artigo

O SINDHORP promoveu, no dia 21 de setembro, a palestra “Hemoculturas e seus desdobramentos”, no auditório do Centro Médico, em Ribeirão Preto.

O público, formado por enfermeiros, médicos, técnicos de coleta e de laboratório e administradores, assistiu atentamente às explanações de Igor M. Mimica, professor titular da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Estiveram presentes 52 representantes de estabelecimentos de Ribeirão Preto.

O especialista falou sobre bacteriemias no ambiente hospitalar e sua abordagem no meio laboratorial. “Por definição, isso representa uma doença grave, porque afeta o sistema circulatório”, conceituou o professor, lembrando que elas podem ser diagnosticadas por meio do exame de hemocultura.

Neste contexto, fatores como a coleta adequada das amostras e sua correta indicação vão determinar a eficiência diagnóstica do exame e, consequentemente, o sucesso do tratamento. Para o estabelecimento de saúde isso representa, ainda, menores custos hospitalares.

Mimica falou também sobre as terapias disponíveis, melhores condições para coletas e diagnóstico e a importância do sistema de hemoculturas automatizadas. Apresentou ainda definições das infecções, escolha de antimicrobianos, sensibilidade dos medicamentos e agentes mais frequentes.

O evento contou com o apoio institucional da FEHOESP, por meio de seu Departamento de Eventos.

Fonte: FEHOESP

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

Há 20 anos representamos hospitais, clínicas, laboratórios e outros estabelecimentos do setor privado de Saúde no Estado de São Paulo
plugins premium WordPress
Rolar para cima