Você está no site do SINDSUZANO FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

FEHOESP e SINDHOSP se posicionam sobre Santa Casa de SP

FEHOESP e SINDHOSP se posicionam sobre Santa Casa de SP

24/07/2014
A Federação e o Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEHOESP e SINDHOSP) se solidarizam com a situação da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e com a falta de atendimento à população.
 
Há tempos a Tabela de Procedimentos SUS reembolsa valores menores que os gastos nos atendimentos. A defasagem da tabela impõe déficit de 40%, em média.
 
A dívida da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, hoje, chega a R$ 350 milhões, que é quase o valor gasto pela Secretaria de Estado da Saúde de SP com o programa Santas Casas Sustentáveis, que tem auxiliado as Santas Casas, hospitais universitários e filantrópicos do interior a se reestruturarem.

O ministro da Saúde Arthur Chioro afirmou, em março, que pretende acabar com a Tabela do SUS e criar um novo mecanismo de financiamento para a saúde pública.  No entanto, nenhuma proposta foi apresentada até o momento.
 
É urgente a necessidade de discutir com clareza o processo de financiamento e de transferência de recursos. A falta de prioridade e de empenho por parte do Governo Federal tem levado dor, sofrimento, angústia, e até mesmo, mortes desnecessárias para grande parte da população brasileira.
 

Yussif Ali Mere Junior, presidente do Federação e do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEHOESP e SINDHOSP)




Fonte: Imprensa SINDHOSP