Você está no site do SINDRIBEIRÃO FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Indústria terá de reduzir teores de sal em mais sete alimentos

14/12/2011
Ministério da Saúde anunciou ontem novo calendário de cortes

O Ministério da Saúde ampliou o acordo voluntário com a indústria alimentícia para reduzir o teor de sódio de mais sete produtos.

Fabricantes de pão francês, batatas fritas, salgadinho de milho, bolos prontos, mistura para bolos, biscoitos e maionese deverão reduzir gradualmente os níveis de sódio até 2014 ou 2016, a depender do produto.

Entre esses alimentos, as maiores reduções serão feitas nos biscoitos doces recheados, em parte dos bolos prontos e em misturas para bolo.

Nesses produtos, o teor do sódio vai cair para 44% do que é hoje. O pão francês terá 9,6% menos sódio até 2014.

Essa é a segunda etapa do acordo para a redução dos níveis de sódio em alimentos, que visa reduzir o impacto de doenças crônicas no país, como as cardíacas, e cumprir a meta de redução de sódio proposta pela Organização Mundial da Saúde.

Em abril, foi anunciada a diminuição progressiva em massas instantâneas, pães de forma e bisnagas. Outros alimentos deverão ser incorporados ao acordo no futuro.

Segundo Edmundo Klotz, presidente da Abia (Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação), os primeiros produtos a entrar no cronograma da redução foram os de maior concentração de sódio. O fato de alguns serem mais consumidos por crianças também pesou.

As alterações serão feitas de forma gradual. Na receita-padrão do pão francês, elas não devem ser notadas, afirma Alexandre Pereira, presidente da Abip (Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria). "Fizemos testes sensoriais, o consumidor não sente [a redução gradual de sal]", diz.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deverá monitorar o cumprimento das metas estabelecidas no acordo.


Fonte: Folha de S. Paulo