Você está no site do SINDMOGI FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

FEHOESP e SINDHOSP apresentam o Projeto SAP Clínicas

FEHOESP e SINDHOSP apresentam o Projeto SAP Clínicas

29/04/2014
O SAP Clínicas, projeto da FEHOESP e SINDHOSP junto com a empresa alemã de tecnologia SAP, foi apresentado na manhã desta segunda-feira, dia 28 de abril, na capital paulista.

A parceria é uma oportunidade para que as clínicas de saúde possam contar com um sistema de gestão completo e adaptado para a realidade dos pequenos negócios em saúde.

O presidente da FEHOESP, Yussif Ali Mere Junior, abriu o evento, lembrando a importância de se municiar os estabelecimentos menores. "É uma ferramenta para que as clínicas possam otimizar seus recursos", ressaltou.

Atualmente, em todo o Estado de São Paulo, a maior parte das 34 mil clínicas em funcionamento é de pequeno e médio porte, o que confirma o valor da iniciativa.

O diretor da FEHOESP, Marcelo Gratão, também falou aos presentes, explicando as vantagens do sistema e lembrando que isso não só melhora a gestão, mas também qualifica e credencia o serviço a ser melhor reconhecido pelo mercado e operadoras de planos, por exemplo.

Também participaram do evento Luiz Fernando Ferrari Neto e José Carlos Barbério, diretores da Federação.

Serviços em nuvem
A solução Health One para SAP Business One é oferecida no Brasil pela G2 Tecnologia, empresa que desenvolveu o software da SAP para gestão de pequenas e médias empresas. A diretora técnica da G2, Glaucia Vieira, apresentou em detalhes o sistema de gerenciamento para as clínicas, afirmando que a empresa conta com mais de 70 clientes e é a única a atuar no segmento de saúde.

Uma das vantagens da solução é o armazenamento de todos os dados em nuvem. Com isso, quem contrata os serviços não precisa se preocupar com estruturas complexas, como servidores, softwares e consultores, uma vez que tudo fica armazenado nos data centers da empresa.

No evento de apresentação da parceria, falou sobre essa tecnologia o representante da empresa OI, Daniel Ladvansky. Ele destacou os benefícios, como redução de custos em até 30%, maior flexibilidade, eficiência e segurança, entre outros.



Fonte: Comunicação FEHOESP