Você está no site do SINDJUNDIAI FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Corujão da Saúde começa em 25 de fevereiro com 155 mil exames

Corujão da Saúde começa em 25 de fevereiro com 155 mil exames

12/02/2019

Tem início, em  25 de fevereiro, a primeira fase do Corujão da Saúde do Governo do Estado de São Paulo que terá como finalidade zerar a fila por ultrassom, mamografia e endoscopia em inicialmente em três regiões do Estado – Grande São Paulo, Campinas e Vale do Paraíba -, que totalizam 155.243 exames.

O atendimento será realizado em horários alternativos, por meio da ampliação da oferta nos serviços da rede própria estadual – hospitais e AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) – e também em parceria com hospitais privados.

“O Programa Corujão da Saúde terá início em 25 de fevereiro, tomando como base o sucesso na prefeitura de São Paulo”, afirmou o Governador João Doria.

A Secretaria da Saúde já fez contatos com serviços particulares como os hospitais Sírio-Libanês, Albert Einstein, Beneficência Portuguesa, HCor, Santa Casa de São José dos Campos, Hospital Vera Cruz (Campinas) e WK Diagnose (Taubaté), entre outros, buscando parceiros para o “Corujão”.

“A programação será em fases e esta é a primeira, que ocorrerá em três regiões: Metropolitana de São Paulo, Campinas e Taubaté, no Vale do Paraíba”, disse o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

Na Região Metropolitana da Grande São Paulo serão realizados 50.627 exames na primeira fase do programa, dos quais 4.552 endoscopias, 42.643 ultrassons e 3.432 mamografias.

Já na região de Campinas serão 8.356 endoscopias, 55.916 ultrassonografias e 8.866 mamografias, em um total de 73.138 exames. No Vale do Paraíba serão realizados 31.478 exames, dos quais 3.904 endoscopias, 24.988 ultrassons e 2.586 mamografias.

“Contatamos as entidades privadas, que, junto conosco, farão um esforço coordenado no sentido de diminuir o número de pacientes em filas para exames. Nas três regiões, teremos o total de 150 mil exames, divididos em diversas áreas. São exames de imagem e endoscopia. Pelos cálculos, no prazo de 60 dias, conseguiremos diminuir significativamente essas filas”, acrescentou Germann.

“Estamos fazendo um grande esforço para agilizar a realização dos exames de imagem mais solicitados na rede pública, eliminando a demanda reprimida e assegurando o tratamento dos pacientes. Já estamos estudando as próximas etapas e regiões onde o ‘Corujão’ estará presente, abrangendo todo o Estado de São Paulo”, concluiu o secretário da Saúde.

 

 

Fonte: Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo