Você está no site do SINDJUNDIAI FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Fipe: Saúde tem a maior alta no IPC desde abril de 2011

Fipe: Saúde tem a maior alta no IPC desde abril de 2011

06/05/2013
Impulsionada pelo reajuste nos preços dos medicamentos no final de março, de até 6,31%, a inflação do grupo Saúde acelerou no fechamento de abril e encerrou o mês com a maior variação desde igual mês de 2011, quando o aumento dos medicamentos autorizado pelo governo ficou entre 3,54% a 6,01%.

De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o grupo terminou o mês passado com taxa positiva de 1,31%, contra 1,55% de abril de 2011. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede os preços na capital paulista, por sua vez, fora de 0,70% naquela ocasião. No quarto mês de 2013, contudo, o indicador fechou com alta bem menor, de 0,28%.

Desde o começo de abril, o reajuste nos preços dos remédios vem surtindo efeito sobre a inflação dos paulistanos. Na primeira quadrissemana do mês, os medicamentos subiram 0,13%, depois da deflação de 0,13% registrada no encerramento de março. Na sequência, na segunda leitura de abril, a alta se acentuou, e foi de 0,67%, e ganhou ainda mais força na terceira e na quarta medições (1,52% e 2,52%, respectivamente). Pelos cálculos da Fipe, o impacto dos medicamentos sobre o grupo Saúde deve terminar na quarta quadrissemana de maio.


Fonte: Agência Estado