Você está no site do SINDHOSP FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Pesquisa SindHosp indica leve diminuição no ritmo de crescimento das internações Covid-19

Pesquisa SindHosp indica leve diminuição no ritmo de crescimento das internações Covid-19

13/04/2021

Segundo Francisco Balestrin, presidente do SindHosp, como a vacinação segue em ritmo insatisfatório, a possível queda no aumento de internações nos últimos 10 dias pode estar relacionada com a restrição de circulação de pessoas no Estado de São Paulo. “A única forma de contermos a infecção pelo coronavírus é mantermos com rigidez os protocolos de segurança à saúde: máscara, lavagem das mãos e distanciamento. Não temos outra alternativa até que a vacinação chegue para todos”, alerta.

 

Nesse sentido, o SindHosp está promovendo ampla campanha de utilidade pública intitulada CONSCIENTIZA SIM, que usa a poesia com a musicalidade do rap, de Fábio Brazza, para levar um chamamento público para as medidas de proteção à saúde como forma de diminuir a pressão sobre o sistema de saúde. Clique a assista ao clipe da campanha

 

Ocupação de leitos

No entanto, apesar dessa ligeira queda, as taxas de ocupação de UTIs continuam altas e houve aumento da ocupação de leitos clínicos para Covid-19.

  • Ocupação UTI: 65% dos hospitais afirmam que a taxa de ocupação dos leitos de UTI está entre 91% e 100%. 9% estão com mais de 100% de ocupação. Na pesquisa anterior, de 26 de março, 17% dos hospitais tinham mais de 100% de ocupação, enquanto 76% dos respondentes tinham entre 91% e 100%.
  • Ocupação leitos clínicos: 36% dos hospitais afirmam que a taxa de ocupação dos leitos clínicos está entre 91% e 100%. Na pesquisa anterior, de 26 de março, eram 75% dos hospitais que tinham taxa de ocupação de leitos clínicos entre 91% e 100%.

 

Infere-se que embora em patamares ainda muito altos, a taxa de ocupação de leitos perdeu ritmo nos últimos 10 dias.

A pesquisa

A pesquisa do SindHosp ouviu 105 hospitais privados, no período de 6 a 9 de abril, de 14 dos 17 Departamentos Regionais de Saúde do Estado de São Paulo, que somam 8.159 leitos clínicos e 4.074 leitos de UTI.

Entraves

Questionados sobre os entraves ao atendimento do paciente Covid-19, a pesquisa do SindHosp apurou que 81% dos hospitais respondentes comprovam que a falta de profissionais de saúde é um dos principais itens apontados.

Ainda na questão referente aos entraves ao atendimento de pacientes Covid-19, 78% apontam a falta de médicos; 63% dizem que o número de pacientes com Covid-19 é superior à capacidade de atendimento; e 52% atribuem o afastamento de profissionais por problemas de saúde.

Estoques

Na apuração do estoque de medicamentos utilizados nos procedimentos de intubação:

  • 13% afirmam possuir estoque para menos de uma semana; 30% dos hospitais dizem ter estoque para uma semana;
  • 30% para 10 dias;
  • 5% para 15 dias;
  • 20% para até um mês.

Na pesquisa anterior, 52% dos hospitais tinham estoque para até uma semana. Esse índice caiu para 43% na pesquisa atual.

Estoque de oxigênio

  • 23% dos hospitais afirmam ter estoque de oxigênio para menos de uma semana;
  • 14% têm estoque para uma semana;
  • 8% para até 10 dias;
  • 20% para até 15 dias;
  • 27% para até um mês.

Perfil das internações

  • 77% dizem que diminuiu a faixa etária dos pacientes com Covid-19;
  • 65% que os casos da doença estão mais graves ou apresentam rápida progressão;
  • 45% que aumentou o tempo médio de permanência em UTI.

 

Clique aqui e acesse a pesquisa na íntegra