Você está no site do SINDHOSP FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Anvisa exige receita médica para compra de ivermectina nas farmácias

28/07/2020

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou que, a partir de 23 de julho, a venda a compra do vermífugo ivermectina nas farmácias exigirá receita médica.

A Anvisa já divulgou nota reforçando que o medicamento tem apenas indicação para uso conforme o que consta na bula —o que inclui o tratamento de sarnas e piolhos. Segundo a agência, “não existem medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento da covid-19 no Brasil”. Qualquer uso do remédio fora das indicações da bula devem ser feitos sob escolha e responsabilidade do médico que prescrever.

A medicação está em falta nas prateleiras depois que começou a ser comprado como preventivo para a covid-19 –sem que haja evidências científicas de sua eficácia para isso.

A proibição da venda do vermífugo sem receita médica pode ser obtida na Resolução de Diretoria Colegiada RDC nº 405/2020.

 

A seguir a nota de esclarecimento da Avisa:

Nota de esclarecimento sobre a ivermectina

Diante das notícias veiculadas sobre medicamentos que contêm ivermectina para o tratamento da Covid-19, a Anvisa esclarece:

Inicialmente, é preciso deixar claro que não existem estudos conclusivos que comprovem o uso desse medicamento para o tratamento da Covid-19, bem como não existem estudos que refutem esse uso.

Até o momento, não existem medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento da Covid-19 no Brasil.

Nesse sentido, as indicações aprovadas para a ivermectina são aquelas constantes da bula do medicamento.

Cabe ressaltar que o uso do medicamento para indicações não previstas na bula é de escolha e responsabilidade do médico prescritor.

 

Fonte: ANVISA