Você está no site do SINDHOSP FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Ministério da Saúde lança campanha para prevenir obesidade infantil

19/11/2019

Vamos prevenir a obesidade infantil. 1, 2, 3 e já! Este é o conceito da primeira campanha do Ministério da Saúde para prevenir a obesidade infantil, criada pela agência CC&P, onde cada número levanta uma bandeira importante sobre o tema:

          1- alimentação saudável;

2- prática de atividades físicas;

3- brincadeiras com os amigos, sem TV, celular e videogame.

Dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan), de 2019, mostraram que uma em cada três crianças brasileiras está acima do peso. A obesidade na infância está associada à mudança de hábitos alimentares e à diminuição da atividade física.

Os números sobre a obesidade infantil são tão alarmantes que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, em 2025, crianças obesas no planeta chegarão a 75 milhões. As notificações do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional de 2019 revelam que 16,33% das crianças brasileiras entre cinco e dez anos estão com sobrepeso; 9,38%, com obesidade e 5,22%, com obesidade grave. Em relação aos adolescentes, 18% apresentam sobrepeso; 9,53% são obesos e 3,98% têm obesidade grave. Esses dados são preocupantes, pois crianças com sobrepeso se tornam adultos muito mais propensos a doenças crônicas, como diabetes e colesterol elevado, por exemplo.

A campanha tem por objetivo sensibilizar pais, responsáveis e professores quanto aos fatores que favorecem o ganho excessivo de peso na infância e fornece recomendações valiosas sobre hábitos alimentares mais saudáveis, com a divulgação de ferramentas nutricionais e guias alimentares completos.

A comunicação promove a prática de atividades físicas regularmente, com um convite para: pular corda, correr, andar de bicicleta, patins e jogos com bola. E também levanta uma questão bem atual, lembrando os baixinhos de que existe vida longe da TV, celular e videogame através de brincadeiras que podem ser muito divertidas, como: esconde-esconde, pega-pega, amarelinha, empinar pipa, dançar e tantas outras, para gerar uma mudança de comportamento gradual, enfatizando trocas simples na rotina diária das crianças.

Assista ao filme: https://www.youtube.com/watch?v=6BW93MOufso

Fonte: Ministério da Saúde e Casa do Bom Conteúdo