Você está no site do SINDHOSP FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Técnica inédita corrige desvio postural

Técnica inédita corrige desvio postural

27/06/2016
Uma técnica inédita na fisioterapia lança uso de um artefato para corrigir desvios posturais de retropé valgo – uma alteração óssea do calcanhar. Foi o que sugeriu estudo de mestrado apresentado à Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC), cujo autor, Humberto Akira Takahashi, a batizou com o nome de Integração Postural por Terapia Manual (IPTM). Os testes foram feitos com militares do município de Campinas (SP), e se mostraram promissores.
 
A IPTM é a primeira técnica brasileira de correção de desvio postural com essa finalidade a ser validada em uma Universidade – a Unicamp. A proposta é fazer com que os terapeutas passem a considerá-la na prática e que ela possa se tornar uma opção adicional para pacientes que não estão respondendo bem a outras técnicas. Ela mostrou viabilidade em 60 soldados pertencentes à 11ª Brigada de Infantaria Leve (BIL) da cidade.
 
Na investigação, 30 militares passaram por tratamento com Reeducação Postural Global (RPG) e outros 30 com IPTM. Os avaliados (homens e mulheres) tinham idade entre 18 e 25 anos, um retropé valgo e outro retropé alinhado. Eram assintomáticos, explicou o autor, porque esse tratamento atua justamente de modo preventivo.
“A simetria comprovada nos resultados permaneceu muito próxima dos efeitos obtidos na última sessão de fisioterapia”, concluiu Takahashi, que no estudo foi orientado pelo docente da FEEC Antonio Augusto Fasolo Quevedo. A escolha da amostra de militares foi em razão dos altos índices de problemas que em geral eles têm nos pés.
 
Os testes duraram quatro semanas (uma sessão por semana) e, nas outras quatro, os militares não se submeteram às terapias propostas. A seguir, eles foram reavaliados para ver se o tratamento mantinha seus efeitos ou se o desvio postural estaria voltando. Os efeitos benéficos do tratamento se prolongaram por mais tempo na IPTM do que na RPG.
 
Os experimentos analisaram a simetria da pressão do peso na sola dos pés, empregando para isso um baropodômetro – uma espécie de balança entre hemicorpos (cada uma das metades do corpo: lado direito e esquerdo). Esse instrumento avalia as pressões sob a planta do pé durante a posição estática e a marcha; determina o centro de pressão; e identifica o tipo de pisada, instabilidades, impulso e outras alterações biomecânicas. Quando a posição está mais uniforme entre hemicorpos, por exemplo, ele indica que a pessoa está com um bom alinhamento postural.