Sírio-Libanês inaugura novas torres e dobra capacidade

O Hospital Sírio-Libanês realizou nessa quinta-feira, dia 23, a cerimônia de entrega das novas torres do complexo localizado no bairro da Bela Vista, em São Paulo. Além de duplicar a capacidade de atendimento e a estrutura física da instituição, o evento é um marco importante dentro do projeto de expansão e modernização do hospital.
 
“É possível dizer que o nosso projeto de expansão começou em 1921, quando um grupo de mulheres fundou a Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês. Desde então, esse projeto nunca parou. Mas foi a partir de 2005, com a adoção de um novo modelo de governança e um novo planejamento estratégico, que iniciamos esse crescimento vivido atualmente pela instituição”, afirma Gonzalo Vecina Neto, superintendente corporativo do Hospital Sírio-Libanês.
 
Dentro desse projeto, a construção das novas torres teve início em 2009, com investimento de aproximadamente R$ 1,4 bilhão, que também incluiu a modernização e ampliação de estruturas já existentes, como Pronto Atendimento e Centro de Diagnósticos – e a abertura de unidades externas – duas em São Paulo, nos bairros do Itaim e Jardins, e mais duas em Brasília, dedicadas à oncologia clínica e radioterapia. Com recursos adicionais a esse investimento, uma terceira unidade está sendo construída na capital federal, com início de operação previsto para 2016.
 
Para Paulo Chapchap, superintendente de Estratégia Corporativa do Hospital Sírio-Libanês, “o grande desafio de todo esse processo foi o crescimento do hospital, mantendo a essência da prestação de um serviço de qualidade, humanizado, alinhado às áreas de ensino, pesquisa e filantropia”.
 
No caso da sede da Bela Vista, as novas torres duplicam o tamanho do hospital, que passa a ter 166,8 mil metros quadrados de área construída. Dois edifícios – com 20 e 14 andares – foram erguidos sobre a estrutura já existente. A outra torre – de 16 pavimentos – foi construída ao lado do prédio em operação.
 
A ocupação dos novos espaços está sendo gradual e já ocorre desde meados de 2014. Atualmente, o Hospital Sírio-Libanês conta com 439 leitos operacionais, sendo 57 de UTI, além de 19 salas cirúrgicas. Até 2017, o hospital terá um total de 650 leitos, sendo 102 de UTI e 33 salas cirúrgicas.
 
 
Foto: Lilo Clareto 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × um =

Há 20 anos representamos hospitais, clínicas, laboratórios e outros estabelecimentos do setor privado de Saúde no Estado de São Paulo

SINDICATOS

Rolar para cima