Consequências do eSocial para segurança ocupacional encerram workshops

Atividades no estande do IEPAS foram realizadas durante a Hospitalar

Compartilhar artigo

O último workshop realizado no estande do IEPAS, na Hospitalar Feira+Fórum 2015, nesta sexta-feira (22), abordou as consequências da implantação do Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, o eSocial, para a segurança ocupacional.

A advogada do departamento jurídico do SINDHOSP e FEHOESP, Lucinéia Nucci, sanou as dúvidas dos profissionais presentes e alertou sobre o preenchimento de documentos com a nova ferramenta. “Não é terrorismo, mas o eSocial é complicado, exige atenção e cuidado com os documentos emitidos, principalmente com a comunicação de acidente de trabalho (CAT). O registro equivocado de dados pode gerar multas e provas contra a empresa.”

A preocupação da advogada deve-se ao fato de que o excesso de CATs pode configurar que a empresa não está fazendo o seu papel: cuidar da saúde do funcionário. “Fazer a gestão do trabalhador é função da empresa. O exame periódico serve para isso. Se não se cuida do funcionário, vamos continuar pagando indenizações”, ressaltou.

A cobertura completa sobre os workshops e o estande do IEPAS você na edição de junho do Jornal do SINDHOSP.

 

Foto: Dule Oliveira

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

Há 20 anos representamos hospitais, clínicas, laboratórios e outros estabelecimentos do setor privado de Saúde no Estado de São Paulo
plugins premium WordPress
Rolar para cima