CNES: cadastros sem atualização serão desativados

A medida foi determinada pelo Ministério da Saúde

Compartilhar artigo

Desde 2014, todo estabelecimento ou profissional de saúde, devidamente inscrito no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), deve atualizar seus dados cadastrais a cada seis meses, no máximo.

A medida foi determinada por meio da Portaria nº 118 do Ministério da Saúde, de 18 de fevereiro de 2014, publicada no dia seguinte no Diário Oficial da União.

Com isso, aqueles que não mantiverem seus dados atualizados, serão considerados “inconsistidos” pelo sistema e trarão, no ato da consulta, a mensagem em destaque: “DESATIVADO por falta de atualização há mais de seis meses”. 

Além disso, a desativação impede, por exemplo, que o prestador de serviços celebre convênios com operadoras de planos de saúde e que apresente os registros de atendimento (contas) do SUS.

O CNES tem como uma de suas funções disponibilizar informações das atuais condições de infraestrutura de funcionamento dos estabelecimentos de saúde nas esferas federal, estadual e municipal.

Para consultar a lista dos estabelecimentos desatualizados no CNES há mais de seis meses, clique aqui.

A atualização cadastral  deve ser atualizada pelo site do CNES. Clique para acessar.

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

Há 20 anos representamos hospitais, clínicas, laboratórios e outros estabelecimentos do setor privado de Saúde no Estado de São Paulo
plugins premium WordPress
Rolar para cima