Notícias

Covid-19: Hospitais privados estão com taxas de ocupação de leitos de UTI altas

Covid-19: Hospitais privados estão com taxas de ocupação de leitos de UTI altas

25/02/2021

Pesquisa realizada pelo SindHosp entre 22 e 26 de fevereiro com 80 hospitais privados do Estado de São Paulo, ou 21% dos representados da entidade aptos a atender Covid-19, mostra que 53% dos hospitais estão com taxas de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 entre 91% e 100%. Já para os leitos clínicos, a grande maioria dos pesquisados (66%), apresenta taxa de ocupação que oscila entre 71% e 90%. O aumento no número de internações pelo novo coronavírus nos dez dias anteriores ao período pesquisado foi verificado em 91% dos hospitais. Na pesquisa anterior, fechada em 3 de fevereiro, 53% dos hospitais acusavam aumento nas internações.

“Os dados mostram que a pandemia está em curva crescente no Estado de São Paulo”, afirma Francisco Balestrin, presidente do SindHosp. Em 51% dos pesquisados, as cirurgias e outros procedimentos eletivos estão sendo adiadas ou canceladas e o mesmo percentual de hospitais afirma não ter condições de aumentar o número de leitos destinados à Covid-19, se necessário.

Problemas

Mais da metade dos hospitais ouvidos (53%) afirma que está enfrentando problemas no combate à pandemia. Entre os problemas apontados, em questão de múltipla escolha, estão o aumento no preço dos medicamentos, que aparece em primeiro lugar, com 51% das citações; seguido do aumento no preço dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), com 49%. A falta de profissionais da saúde e a dificuldade para repor estoques de medicamentos e EPIs aparecem empatados, com 40% das citações.

Participaram do levantamento hospitais pertencentes a 14 dos 17 Departamentos Regionais de Saúde (DRS) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES).

Clique aqui e veja os resultados na íntegra