Notícias

Campanha alerta para não interrupção de tratamentos

Campanha alerta para não interrupção de tratamentos

08/07/2020

A FEHOESP e a Confederação Nacional de Saúde (CNSaúde), juntamente com federações que representam estabelecimentos de saúde privados de todo o país, lançaram uma campanha de alerta a pacientes, sociedade, entidades médicas, personalidades, autoridades do setor e profissionais de saúde que tratam de doenças que demandam terapias e cuidados que NÃO devem ser interrompidos. “O objetivo é evitar o agravamento no quadro de pacientes que dependem de tratamento contínuo para garantir a qualidade de vida ou mesmo a própria sobrevivência”, afirma o presidente da FEHOESP, Yussif Ali Mere Jr. Cardiologia, Oncologia, Nefrologia (hemodiálises), Obstetrícia (pré-natal), entre outras áreas, estão no foco do esforço, assim como os cuidados pós-operatórios.

A campanha também convoca médicos e unidades de saúde a ecoar o alerta, já que as condições necessárias para a continuidade, em segurança, dos tratamentos estão garantidas. Entradas separadas, postos avançados criados especialmente para atender pacientes não-Covid, treinamento reforçado de profissionais sobre o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), assim como a testagem constante de profissionais em contato com o coronavírus são algumas das ações praticadas pelas unidades de atendimento. “Os médicos são atores principais desse esforço. Por isso, são convidados a participar ativamente da campanha, fortalecendo o contato com seus pacientes e tranquilizando-os”, acrescenta Yussif Ali Mere Jr.

Além de fazer o alerta para a não interrupção dos tratamentos, as peças da nova campanha da FEHOESP e CNSaúde também orientam os próprios pacientes. Elas destacam a importância do contato com o médico responsável ou hospital para informações e esclarecimentos sobre o melhor caminho a ser seguido na continuidade do tratamento. As orientações contidas nas peças também contemplam protocolos para sair de casa em segurança, orientações para evitar locais com aglomeração e para o uso de máscaras. Acompanhe as peças pelas redes sociais da FEHOESP.