Você está no site do IEPAS FEHOESP 360 Clique aqui para acessar o portal FEHOESP 360

Notícias

Saúde precisa de financiamento, afirma Alckmin

Saúde precisa de financiamento, afirma Alckmin

17/05/2016
Durante a abertura da Feira Hospitalar 2016, realizada na manhã desta terça-feira (17), o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, destacou alguns desafios que a saúde enfrenta atualmente.
 
Segundo ele, ao mesmo tempo em que o setor cresce e apresenta bons resultados, como a diminuição da mortalidade infantil, também enfrenta muitos problemas. “Temos a saúde muito bem por um lado, mas muito mal por outro, porque não há investimento. Prioridade sem orçamento é discurso”, disse.
 
A judicialização na saúde também foi outro empecilho apontado por Alckmin, já que as ações judiciais na área obrigaram o Estado a gastar pelo menos R$ 1,4 bilhão no último ano.
 
Autoridades, políticos e líderes do setor saúde participaram da cerimônia. 
 
A presidente da Hospitalar Feira+Fórum, Waleska Santos, falou sobre a importância do evento para o setor, ao longo dos seus  23 anos, e sua representatividade no mercado.  “Somos o oitavo mercado mundial de saúde, representamos cerca de 10% do produto interno bruto (PIB) nacional e geramos  milhares de empregos todos os anos. Nesses quatro dias temos a oportunidade de promover a profissionalização e debater a gestão, além da possibilidade de ampliar as relações de negócios.”
 
Waleska destacou o momento que o país está vivendo com um governo interino e a crise político-econômica. “Estamos enfrentando um grande desafio que é oferecer atendimento de qualidade e eficiência acessível à população, com custos aceitáveis. Maior qualidade de serviços traz eficácia e sustentabilidade ao setor. Nestes quatro dias da feira e de congressos e fóruns teremos a oportunidade de debater, trocar experiências e buscar os caminhos para conquistarmos esses feitos.”
 
Jean-François Quentin, presidente da UBM Brasil, detentora da Hospitalar desde junho de 2015, disse que “o cenário é desafiador, mas sendo proativos poderemos voltar a crescer e vislumbrar perspectivas. É em momentos de adversidades que encontramos as melhores soluções”.
 
A Feira Hospitalar vai até o dia 20 de maio, e conta com 1.250 expositores de 38 países, onde serão promovidos 50 eventos de saúde, entre fóruns, simpósios e congressos.
 
O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Jarbas Barbosa, defendeu o diálogo com ética entre os atores do setor e afirmou que tecnologia e inovação são para ofertar saúde de qualidade à população.  “Mantendo um diálogo com produtores, prestadores e a sociedade iremos fazer um trabalho capaz de agregar tecnologia, produtos de excelência, como os melhores do mundo, e seremos eficientes na oferta de saúde.”