Aparelho disponível no SUS trata câncer com radiação e sem cortes

Técnica atinge células cancerígenas, com risco mínimo aos tecidos sadiosUm aparelho disponível no Instituto do Câncer do Estado de

Compartilhar artigo

Técnica atinge células cancerígenas, com risco mínimo aos tecidos sadios

Um aparelho disponível no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) é o primeiro a ser adotado por um hospital público do país para tratar câncer por meio de uma técnica conhecida como radiocirurgia. O procedimento dispensa a necessidade de cortes no corpo do paciente.

Com o equipamento, uma grande dose de radiação é usada em pontos específicos do corpo para matar as células cancerígenas. Segundo a Secretaria de Saúde paulista, a chance de danos a tecidos sadios é mínima.

A operação é recomendada para pessoas que tenham câncer, mas não podem passar por cirurgias convencionais. É indicado tanto para combater tumores primários ou mesmo metástases no pulmão e na coluna vertebral – desde que isoladas e com no máximo 5 centímetros de diâmetro.

A radiocirurgia pode durar cerca de uma hora e permite a liberação imediata do paciente. São necessárias até cinco sessões durante todo o tratamento. Já na radioterapia tradicional, o número de sessões pode chegar a 30.

Antes do tratamento, a localização exata do tumor é conhecida por imagens coletadas por uma equipe de médicos e físicos. A precisão do aparelho permite que o tumor seja destruído mesmo após pequenas movimentações provocadas pela respiração. Os disparos de radiação mudam quando o equipamento detecta um tecido saudável, o que reduz o risco de danos a regiões sadias no corpo do paciente.

Segundo o diretor-geral do Icesp, o oncologista Paulo Hoff, a técnica é importante por estar disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) e ser um tratamento de ponta, mesmo que indicado a apenas alguns pacientes.

Fonte: Portal G1

Artigos Relacionados...

saúde suplementar
Fehoesp

Saúde Suplementar e SUS no pós-pandemia

Publicado pelo jornal Labor News, o presidente da Fehoesp, Yussif Ali Mere Junior, escreve artigo sobre o cenário da saúde suplementar versus o panorama do

Curta nossa página

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

Há 20 anos representamos hospitais, clínicas, laboratórios e outros estabelecimentos do setor privado de Saúde no Estado de São Paulo
plugins premium WordPress
Rolar para cima